SACO INVEST

Fórum da Saco Invest
 
HomeHome  FAQFAQ  SearchSearch  RegisterRegister  MemberlistMemberlist  UsergroupsUsergroups  Log in  

Share | 
 

 Juro deve cair até junho de 2008 para conter recessão

View previous topic View next topic Go down 
AuthorMessage
gastaoss



Number of posts : 440
Registration date : 2007-07-01

PostSubject: Juro deve cair até junho de 2008 para conter recessão   Sun Oct 28, 2007 10:44 am

Juro deve cair até junho de 2008 para conter recessão
RICARDO LEOPOLDO - Agencia Estado
Tamanho do texto? A A A A
SÃO PAULO - Com a erupção da crise financeira internacional em agosto, o Federal Reserve mudou o foco de suas apreensões e manifestou em comunicado naquele mês que ?os riscos de redução do crescimento subiram apreciavelmente.? No dia 18 de setembro, os diretores do Federal Reserve baixaram os juros de forma inesperada em meio ponto porcentual, pois avaliaram ser necessário adotar medidas preventivas para conter efeitos muito severos do credit crunch sobre o nível de atividade nos EUA.



Na avaliação da maioria dos especialistas internacionais entrevistados, o fraco crescimento da economia dos EUA deve levar o Federal Reserve a adotar de duas a três reduções de juros de 0,25 ponto porcentual cada uma até junho. Para o economista-chefe do banco Lehman Brothers, Ethan Harris, tais cortes nos Fed Funds devem ocorrer em dezembro, março e no último mês do primeiro semestre de 2008, quando atingiriam 4% e ficariam o estáveis até o final do ano.



Na sua avaliação, tal declínio das taxas será necessário para evitar que o nível de atividade desacelere bruscamente, pois ele avalia que as vendas de casas e construção de novas residências devem manter o ritmo de queda até pelo menos meados do próximo ano. ?O grande desequilíbrio entre oferta e demanda no setor deve continuar reduzindo os preços de imóveis e provocar um enfraquecimento do consumo?, afirmou.



O economista do JP Morgan Michael Feroli destaca que, apesar da queda da construção de imóveis ter diminuído seu ritmo no primeiro semestre deste ano, a redução da atividade do setor voltou a ficar mais intensa no terceiro trimestre. No mês passado, o número de obras iniciadas caiu 10,2% para o nível anual de 1,191 milhão, enquanto as permissões para a construção de residências baixaram 7,3% e atingiram 1,226 milhão de unidades. As licenças para novas casas destinadas a uma única família caíram em setembro para o menor patamar desde 1992.



Neste contexto, a confiança dos construtores de imóveis registrou em outubro 18 pontos, a pior marca desde que a pesquisa começou a ser realizada pela National Association of Home Builders em janeiro de 1985. Estes dados relativos ao setor imobiliário, segundo Feroli, podem provocar uma queda de 17% dos investimentos no segmento residencial neste trimestre em termos anualizados. Para ele, a baixa demanda das famílias para compra de imóveis não deve colaborar para a redução mais vigorosa dos volumosos estoques de residências, o que deve manter o ritmo de declínio de dois dígitos dos investimentos do setor até o final de junho de 2008.



Os fortes efeitos negativos provocados pelo setor imobiliário sobre toda a economia dos EUA devem continuar a ser sentidos em 2008, destacam os especialistas. De acordo com o economista-chefe do Lehman Brothers, Ethan Harris, o consumo no país pode ser influenciado em 6% quando as famílias registram que o valor de mercado dos seus imóveis sobe ou desce.



Harris ressalta que o avanço dos mercados de capitais, especialmente das bolsas de valores, pode não compensar para os norte-americanos a queda do valor de mercado das residências no médio prazo. Se as cotações dos papéis de empresas negociados no mercado de ações nos EUA subir um nível moderado de 5% no próximo ano, este patamar de crescimento provavelmente será menor do que a diminuição dos preços das residências em 2008, o que pode contribuir para reduzir o consumo no país nos próximos quatro trimestres.



Inflação



Mas se o cenário mais provável para a economia dos EUA em 2008 é a redução do vigor do nível de atividade, especialmente por causa do setor imobiliário - o banco Merrill Lynch prevê que o PIB deve diminuir a velocidade de uma elevação de 2% em 2007 para uma alta de 1,5% no próximo ano - especialistas avaliam que há uma possibilidade relevante de que a inflação poderá voltar a subir, especialmente a partir do segundo semestre.



Na avaliação do ex-vice-presidente do Fed, Alan Blinder, o principal risco de alta dos índices de preços pode vir da expansão dos preços do petróleo, especialmente se atingirem a média anual de US$ 100,00 o barril. Caso a commodity registre aquele patamar, prevê o economista do JP Morgan Michael Feroli, o CPI (inflação ao consumidor) pode subir em 2008 da atual previsão de 2,4% para um nível bem próximo de 3,4%.



Há também outros fatores que preocupam os analistas e acadêmicos, mas em escala bem menor, como uma eventual alta expressiva dos preços das commodities, sobretudo os alimentos, e a continua queda do dólar em relação a outras moedas, com destaque para o euro. Mas o petróleo é o grande foco de apreensão, cuja cotação pode subir mais de 10% no próximo ano caso ocorra a deflagração de algum conflito geopolítico no mundo.



O professor de Yale Robert Shiller, contudo, pondera que uma alta vigorosa dos preços do petróleo para um patamar médio ao redor de US$ 100,00 o barril pode gerar uma alta da inflação dos EUA numa conjuntura marcada pelo nível de atividade em recessão. Na sua avaliação, há 30% de chances de ocorrer um movimento de estagflação no país no próximo ano. ?Mas acredito que, se surgirem sinais fortes de que esse cenário pode se concretizar, o Federal Reserve deverá aumentar a distensão da política monetária para estimular a demanda e tornar mais favoráveis as expectativas dos agentes econômicos para retomar a expansão do Produto Interno Bruto?, comentou.
Back to top Go down
View user profile
 
Juro deve cair até junho de 2008 para conter recessão
View previous topic View next topic Back to top 
Page 1 of 1
 Similar topics
-
» First Tempering Plant awarded ISO 9001:2008
» Post ISO 9001:2008 Quality Management System (QMS) Certification Perfection and Progression
» Ruchiranani (CSE) eka para ma maranna
» LDEV - Right Issue
» MBSL - Annual Report

Permissions in this forum:You cannot reply to topics in this forum
SACO INVEST :: SACO INVEST-
Jump to: